O Beef Wellington, um ícone da gastronomia britânica, é sempre uma boa escolha como prato salgado para uma ocasião de festa. A preparação do mesmo obedece a alguns passos, daí ser uma receita que convém preparar de véspera. Assim, no dia seguinte apenas terá de a levar ao forno.

Cá em casa, somos fãs tanto da confecção tradicional, a qual explico abaixo, como da adaptação vegetariana, que poderão consultar aqui no blogue, publicada há dois dias.

Soube-nos tão bem acompanhar este prato com o tinto alentejano Portas da Herdade-Reserva. Resultou num pairing incrível!

Ingredientes

  • 1 base de massa folhada retangular
  • 1 lombo de novilho (filet mignon)- cerca de 1 quilo- de preferência com o mesmo diâmetro em ambos os extremos
  • 1 embalagem de bacon/ou presunto fatiado (150g)
  • 200 g de castanhas peladas
  • 500 g de cogumelos
  • 1 cebola-roxa
  • 200 ml de natas
  • 3 dentes de alho
  • azeite
  • 1 colher sopa molho de soja
  • salva 2 folhas
  • orégãos
  • noz moscada a gosto
  • pimenta preta a gosto
  • 1 ovo batido (apenas com metade da clara)
  • farinha de trigo (para polvilhar a folha de papel vegetal)
  • sal grosso (para temperar a duxelle e polvilhar a massa)
  • fio de cozinha

Preparação

Leve as castanhas a cozer em água com sal. Escorra e reserve.

Com recurso a fio de cozinha aperte o lombo, usando 4 fios isolados atravessados na carne, com distância de 3 dedos entre eles, e que terminam em nó. Desta forma, o lombo ficará com a mesma espessura em toda a sua extensão. Se, porventura, a peça de filet mignon tiver uma ponta mais fina de um dos lados, enrole-a para baixo e aperte-a com o fio de cozinha. Não desperdice a ponta.

Tempere a carne com sal grosso e moinho de pimentas.

Depois, coloque uma frigideira antiaderente ao lume, sem adição de gordura, e deixe que aqueça bem. Sele a carne de todos os lados até se apresentar dourada no exterior mas com o interior ainda cru. Deverá obter um centímetro de carne cozinhada a toda a volta do lombo. Deixe a carne repousar, para estabilizar os sucos no interior das fibras, e arrefecer totalmente. Reserve.

De seguida, faça a duxelle de cogumelos. Comece por triturá-los, no copo da picadora, ou no robô de cozinha.

Leve os cogumelos a tostar numa frigideira, mesmo sem azeite.

Adicione à frigideira dos cogumelos um fio de azeite, a cebola-roxa picada, a salva aos pedacinhos, o alho e a noz moscada. Deixe refogar.

Junte o molho de soja e as natas e um pouco de pimenta. Deixe cozinhar um pouco e apague o lume. Deixe arrefecer completamente.

Numa taça pequena, bata o ovo com um pincel.

Desprenda a massa folhada  da folha de papel vegetal em que a desenrolou, e polvilhe o papel com farinha. Coloque a massa folhada de novo em cima.

Meça a massa folhada. Terá de ter 45×35 cm. Se não tiver, com o rolo de cozinha, estique a massa até obter estas medidas. Deixe 7 cm livres no bordo superior e 5 cm de cada lado da massa. Pincele estes bordos com ovo batido.

No restante espaço livre da massa, sequencie as tiras de bacon laminado e espalhe a duxelle (pasta de cogumelos), depois as castanhas esmagadas grosseiramente.

Coloque o lombo alinhado ao extremo inferior do recheio. Com a ajuda do papel vegetal, vá enrolando, começando junto ao lombo e terminando no cimo da folha.

Sele o rolo, sobrepondo a massa. Vire a costura para baixo. Feche as laterais, fazendo uma dobra, que irá ficar também virada para o sentido da costura do rolo. Ou seja, tanto as dobras das laterais como a costura da união das duas pontas de massa têm de ficar viradas para baixo, em contacto com o tabuleiro. Forre tudo com película aderente apertando bem, sem esmagar. Envolva na folha de papel vegetal que utilizou e leve ao frigorífico entre 30 minutos a 24 horas antes de levar a assar.

Pré-aqueça o forno a 200 ºC. Desembrulhe o wellington e use a folha de papel vegetal para revestir o tabuleiro de forno.

Pincele a massa com a restante mistura de ovo batido e polvilhe-a com flor de sal/ ou sal grosso e com sementes de sésamo e de papoila.

Leve ao forno a 200 ºC, durante 40 minutos.

Delicie-se.

Nota. Se ficar com sobras, nunca as aqueça no microondas, pois irá amolecer a massa folhada. Aqueça sempre no forno. Verá que volta a ficar crocante e exatamente igual.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: