Hoje falamos de nêveda. Esta erva aromática e medicinal denominada de Calamintha sylvatica, que cresce espontaneamente em todas as ilhas do nosso arquipélago, produz uma flor de cor lilás singela e mimosa. Foi ela o centro de toda a conversa com Terry Costa, diretor artístico da MiratecArts e autor do livro infanto-juvenil Néveda nos Açores.

Esta interação serviu de mote à criação dos dois cocktails que hoje partilho convosco, os quais desenvolvi com o licor de nêveda, elaborado pela Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico (CVIP)- Picowines, e foram inspirados na personagem da menina Nêveda. O livro, escrito em português e em inglês, pretende, segundo o autor, incentivar o interesse pelas ilhas, quer sejam os leitores açorianos ou habitantes de outras paragens. Para ilustrar este primeiro livro da série, a artista graciosense, Vera Bettencourt, deu imagem à personagem idealizada por Terry Costa. Assim surgiu a menina nêveda, que, num ápice, saltou dos pastos verdejantes ou do canteiro do quintal para a literatura e, desde ontem, publicamente para o universo dos cocktails.

Recentemente, a personagem transformou-se em fantoche e em peluche. Esta personificação da nêveda, que se tornou menina, tem feito a alegria das crianças nas apresentações do livro, em workshops, no espaço da MiratecArts, e em várias bibliotecas açorianas. No mês passado, o livro foi o mote para o início de um projeto sobre os Açores que o Pré-Escolar da Escola Tomás de Borba está a desenvolver em contexto sala de aula. Nesta interação, detetou-se que a erva aromática nêveda é ainda pouco conhecida dos mais jovens. Falou-se do chá de nêveda, usado pelas gerações mais antigas e do licor de nêveda, confecionado com tradição nos alambiques da ilha do Pico, há muitos anos, sendo muito apreciado por locais e por turistas.

Sabendo-se que a nêveda, pertencente à grande família Labiatae, a mesma famíla das hortelãs e das urtigas, é detentora de um alto potencial medicinal e culinário, ainda sobremaneira desaproveitado nos Açores, poderia ser interessante que a mesma passasse a estar mais presente na culinária açoriana. Em França, as folhas e os pequenos rebentos da planta são usados como tempero. Por sua vez, em Inglaterra, é utilizada nas marinadas de carnes de caça, como o veado, e em muitos outros pratos de carne de vitela, borrego e cabrito. Em Portugal, e mais especificamente no Algarve, a planta é presença obrigatória nas azeitonas britadas. No Minho, a nêveda é adicionada à água da cozedura das castanhas. Nos Açores, é usada basicamente em chá, em aguardente e em licor.

Por ser apreciadora desta erva aromática, e por me ter sido lançado o desafio, criei o mocktail e o cocktail que apresento abaixo. Ambos, preparados na sua totalidade com produtos açorianos, têm na sua composição chá de nêveda, na versão mocktail/sem álcool), ou licor de nêveda. Os restantes ingredientes são a uva-da-serra, o mirtilo endémico açoriano, o leite e o mel.

Comece por fazer a infusão de nêveda seguindo estes ingredientes e passos e deixe que arrefeça totalmente antes de a refrigerar. Coloque 500 ml de água num tacho. Quando ferver, apague o lume e adicione 15 folhas de nêveda. Deixe as folhas em infusão durante 30 a 45 minutos. Depois, coe o chá e refrigere-o. Pode colocá-lo em cuvetes de gelo e utilizá-lo sempre que desejar, em bebidas e águas aromatizadas.

Mocktail de Nêveda (s/ álcool)

Ingredientes para 1 copo

  • 50 ml de infusão de nêveda refrigerada
  • 100 ml Leite MG refrigerado
  • 1 colher de sobremesa de mel
  • 20 g de uva-da-serra
  • 2 cubos de gelo

Preparação

Prepare o cocktail de nêveda começando por triturar, com recurso a um copo liquidificador, a uva-da-serra com o leite e a infusão de nêveda.

Coloque este preparado dentro de um shaker e adoce com o mel.

Junte o gelo e feche o shaker, agitando-o até sentir o copo refrigerar e começar a embaciar.

Sirva de imediato para obter um cocktail homogéneo, ou aguarde que todos os componentes assentem, dando origem, assim, a três camadas de cocktail em três diferentes tons de lilás.

Guarneça a gosto.

Cocktail de Nêveda (com álcool)

Para preparar um cocktail com adição de álcool, substitua a infusão de nêveda do mocktail por 2 a 3 colheres de sopa (30- 45 ml) de licor de nêveda. Mantenha os restantes ingredientes e os passos da receita.

2 Replies to “Cocktail de Nêveda”

Deixe uma Resposta para Liliana Barroqueiro Cancelar resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: