Churros… Porque este ano não teremos festas populares

Scroll down to content

Há muito tempo que sou fã incondicional do chefe Rui Ribeiro, do blogue Faz&Come. Ele é deveras uma inspiração e um excelente comunicador e formador. Numa das minhas visitas ao seu blogue, pisquei o olho a estes churros.

Assim que anunciaram o cancelamento das festas populares deste ano, em consequência da pandemia, fez-se click na minha mente de que não poderia, este ano, saborear os tradicionais churros e farturas. Então, quase automaticamente, surgiu de novo a vontade de tê-los à minha frente. 

Cá estão eles.

Lindos de morrer! Apetitosos e saborosos!

Conclusão: devia ter duplicado a receita!

 

CHURROS (rende 15 unidades)

INGREDIENTES 
Para a massa
250 ml de água
225 g  de farinha tipo 55 sem fermento
1 colher de chá de sal
Açúcar q.b
Óleo q.b para fritar

açúcar e canela para polvilhar os churros

 

PREPARAÇÃO em robô de cozinha (Bimby)
Coloque no copo 250 ml de água e o sal. Aqueça 3 minutos a 90ºC na Velocidade 1.
Adicione a farinha (225 g) e programe 30 Seg. Vel. 4.
Retire a massa para um saco pasteleiro com boquilha em forma de estrela.
Aqueça um tacho fundo com óleo abundante. Com cuidado para não se queimar, e ajudando-se do saco pasteleiro, frite churros com cerca de 12 cm, cortando-os com uma tesoura.
Deixe fritar até os churros ficarem dourados, mas com o cuidado de não deixar o óleo aquecer demasiado.
Depois de fritos, retire os churros para um prato com um pouco de papel absorvente. Polvilhe com um pouco de açúcar e reserve.

 

MÉTODO TRADICIONAL
Coloque a água e o sal num tacho. Assim que começar a ferver, retire do lume e adicione a farinha de uma só vez. Mexa com uma colher de pau até obter uma pasta lisa, que se assemelhe à massa dos rissóis.
Retire a massa para um saco pasteleiro com boquilha em forma de estrela.
Aqueça um tacho fundo com óleo abundante. Com cuidado para não se queimar, e ajudando-se do saco pasteleiro, frite churros com cerca de 12 cm, cortando-os com uma tesoura.
Deixe fritar até os churros ficarem dourados, mas com o cuidado de não deixar o óleo aquecer demasiado.
Depois de fritos, retire os churros para um prato com um pouco de papel absorvente. Polvilhe com um pouco de açúcar e canela e reserve.

Receita adaptada daqui 

 

4 Replies to “Churros… Porque este ano não teremos festas populares”

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: