Grata pelo convite!

48370260_1455739504558106_636983812235984896_n

48424250_1455739541224769_1818102872357732352_n

Breve Apresentação

É natural dos Açores, residente na Ilha Terceira, professora há vinte e um anos, food blogger e food stylist desde 2010, autora do blogue Food With a Meaning, formadora de workshops desde 2015, tendo desenvolvido, até à data, múltiplos workshops e showcookings para entidades públicas e privadas, na Região Autónoma dos Açores e no continente português. Participou o ano passado no Festival Internacional do Chocolate em Óbidos. Marcou presença nas edições 9ª e 10º do Wine in Azores, tendo o seu registo ficado assinalado através de receitas de autor, com cunho açoriano, e enaltecido pela atenção que confere ao pormenor no âmbito das composições fotográficas dos pratos que confeciona. A convite da Divisão de Cultura da Câmara Municipal da Figueira da Foz, colaborou no livro “A nossa mesa: receituário gastronómico da Figueira da Foz. Contribuiu com várias receitas, também originais, para o livro “Receitas da Marmita”, editado pela APEBAR, e para a Revista de Culinária “Segredos de Cozinha”. Criou em 2018 o projeto Chef em Sua Casa by Patrícia Cheio, através do qual dinamiza workshops de fingerfood, com combinações criativas, em festas privadas e corporativas. É ainda colaboradora do DI, através da rúbrica À Mesa com…Patrícia Cheio. Para ela, a cozinha é um espaço de alquimia, onde os aromas e os sabores sazonais açorianos se conjugam, transformando-se em momentos de partilhas significativas. Através da fotografia, outra paixão, regista em pixels os eventos gastronómicos em que participa e as estórias culinárias que constrói na cozinha.

– O blogue Food With a Meaning completou, no final de novembro, sete anos de existência. Como é que nasceu este projeto?

Qualquer blogue pretende contar uma história, seja qual for a paixão, interesse ou tópico. Há sempre a intenção de veicular uma mensagem, de partilhar o que é nosso com o mundo. Curiosamente, o nascimento do Food With A Meaning coincidiu com a mudança da minha família para a nossa casa nova. Com a troca da cidade pelo campo. Surgiu combinado com o gosto pelas experiências culinárias e pela conjugação de ingredientes, sabores e texturas, num novo espaço: contemporâneo e rural. O blogue adveio da necessidade de partilha. Cresceu muito ao longo destes sete anos. Agora, já site, compila um receituário com 777 receitas, distribuídas por inúmeras categorias.

– O nome do blogue significará, numa tradução à letra, qualquer coisa como “comida com sentido”. Qual é a importância deste conceito, na sua opinião?

No blogue, para além de relatar os registos culinários, falo dos passeios da família, das viagens, de eventos para os quais sou convidada, ou seja, de momentos de celebração de amizade e de vida, nos quais a comida está quase sempre presente, quer sejam estes simples pequenos-almoços ou lanches, piqueniques ou jantares de gala. É um espaço onde as vivências gastronómicas ganham significado. Onde são referidos os contextos nos quais as receitas surgem, quer sejam em partilhas físicas dos pratos com familiares e amigos quer em ambientes públicos.

– Diria que temos cada vez menos tempo para nos dedicarmos à cozinha com cuidado? Que perigos é que isso acarreta?

A oferta no ramo alimentar é muito maior hoje. Apesar de já existirem mais opções de produtos saudáveis no mercado (biológicas, vegetarianas, vegan, sem glúten, sem lactose, etc.) existe ainda o hábito de se comer em excesso e de se fazer conjugações erradas de alimentos. Continua-se a ingerir alimentos sem grande conteúdo nutricional, altos em calorias, hidratos de carbono e açúcar. Refeições sucessivas deste padrão de alimentação aliadas ao sedentarismo são uma bomba-relógio para a saúde das populações, sendo a obesidade e o excesso de peso infantil um evidente sinal de alarme.

– Quais são as suas inspirações culinárias? O que é que mais gosta de cozinhar?

Confesso que tenho muitas ideias e projetos. Falta-me é, por vezes, o tempo para fazer mais experiências culinárias. Gosto de criar receitas com ingredientes regionais e de experimentar combinações improváveis. Ainda esta semana fiz compota com o fruto da Costela de Adão e foi uma agradável surpresa, pois resultou num sabor exótico a ananás e maçãs caramelizadas. Já consigo antever-lhe várias aplicações. Sigo vários programas de culinária, nacionais e internacionais, que são sempre momentos de aprendizagem e de inspiração para conjugações em novas receitas e workshops. Tenho também muitos livros de chefs e cozinheiros de renome, mas aos quais, confesso, recorro pouco. A pesquisa digital e o smart phone sobrepõem-se a outros recursos físicos. Como se pode constatar ao visitar o site, este é composto de todo o tipo de receitas, desde as de grau de dificuldade mais fácil às mais demoradas e difíceis. Há um grande número de receitas de cunho tradicional e regional, centradas nas ilhas de São Miguel, Terceira, Pico e Faial, nas quais tenho familiares e vivi vários anos. Como Terceirense que sou, enalteço a alcatra de múltiplas formas, em inúmeras receitas e, por vezes, desafiando a tradição. Tenho uma predileção especial por sobremesas com fruta, desde gelados, pães, pudins e bolos. São também as reportagens fotográficas mais bonitas.

– Tem feito workshops sobre comida saudável. Como é que se pode, na sua opinião, enveredar por uma cozinha mais saudável e, ainda assim, saborosa e interessante?

Cada vez mais as pessoas têm consciência de que adotar e manter hábitos de vida saudáveis aumenta a esperança e a qualidade de vida. É certo que o mapa genético de cada pessoa influencia o aparecimento de várias doenças. Contudo, outras desenvolvem-se em consequência de um acumular de hábitos e erros alimentares. Quando me solicitam que desenvolva workshops centrados na temática do Saudável, e o número tem vindo a aumentar significativamente ao longo destes quatro anos de ateliês culinários, procuram-se alternativas às convencionais saladas, aos tradicionais snacks, às comuns sobremesas e bebidas. Este desejo pela combinação do saudável, do saboroso e do visualmente atrativo é sempre um dos maiores desafios que me são lançados, mas os quais tenho abraçado e dinamizado com bastante sucesso. É possível sim confecionarem-se refeições nutricionalmente equilibradas e deliciosas. O mais recente workshop, realizado no passado sábado, a convite da Casa do Pessoal do HSEIT (Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira), foi centrado em Receitas de Natal Saudáveis e voltou a provar esta premissa.

– Qual é a sua relação com os leitores do seu blogue e com outros bloggers? Responde a comentários? Visita blogues amigos? Qual é a importância desse relacionamento?

Tenho o cuidado de responder a todos os comentários que os leitores redigem, quer seja no blogue ou nas redes sociais. Eles recebem todo o meu respeito. Partilho receitas que me pedem. Respondo a questões. Dou dicas. Essa partilha para mim é muito valiosa. Falo muito por mensagem privada com as pessoas que reproduzem as minhas receitas e que me enviam as respetivas fotos. Resta-me pouco tempo para visitar outras cozinhas. O Food With A Meaning é partilha e aprendizagem constante. Sou autodidata já com algum saber de experiência feito, mas gosto de deixar as pessoas à vontade para colocarem questões e fazerem sugestões. É uma troca de experiências que abraço com humildade e gratidão. Quem participa nos workshops que dinamizo vai porque gosta de cozinhar e/ ou de degustar. E eu estou muito grata pelas amizades que surgiram, e têm crescido, por intermédio da culinária.

O próximo showcooking decorrerá no próximo sábado, às 15:00, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro. Vamos cozinhar com base em livros e rodeados de livros. O tema do Natal irá continuar a ser o mote para uma mesa de consoada. Será o encerramento da minha agenda de workshops 2018, num espaço lindo, moderno e acolhedor com uma vitalidade notável, onde convivem livros, exposições e oficinas várias, conferências e momentos musicais.

 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: