A nossa presença no Wine in Azores…e receita de paté de ouriço

Scroll down to content

O sucesso das edições do maior evento empresarial dos Açores na ilha de São Miguel catapultou o festival Wine in Azores para a ilha Terceira, tendo-se realizado cá, este fim de semana, a segunda edição e comemorado a 10ª edição regional. Este evento estreou o novo Pavilhão Multiusos do Parque Multissetorial da Ilha Terceira, localizado em Angra do Heroísmo e associou-se a uma Exposição de Atividades Económicas. A Gorgeous Azores levou este festival de vinhos e de produtos regionais até aos terceirenses e seus visitantes e soube sabiamente conjugá-lo com um palco de showcookings, workshops vínicos e espetáculos de cocktails. Marcaram presença neste evento, que decorreu de 25 a 27 de maio, chefes nacionais de renome, tais como Renato Cunha, Francisco Gomes, António Loureiro e Daniel Gomes. Neste certame gastronómico, a ilha Terceira, em particular, e os Açores, em geral, fizeram-se representar com qualidade e diversidade por Márcio Silva, chefe do Restaurante Cais D’Angra, detentor de múltiplos prémios em todas as edições dos festivais de gastronomia da ilha Terceira, pela Quinta do Martelo, que dinamizou um showcooking de Alcatras, prato típico da ilha, e pelas dinamizadoras de showcookings e de eventos Patrícia Cheio, autora do site Food with a Meaning, e por Sónia Melo, autora do site Chez Sónia, ambas presenças habituais nas edições do Wine in Azores. A organização desafiou as açorianas para um showcooking a 4 mãos. O alinhamento colocou em destaque pratos de peixe, uma parceria com a Peixaria Silveira, que foram apresentados nas peças do artista terceirense Adolfo Mendonça e embelezados pelas micro ervas da Quinta do Ti Canoa. O paté de ovas de ouriço representou a receita envolta em maior curiosidade devido ao facto de ser uma proposta inovadora e criativa, pela primeira vez enaltecida publicamente na região e confecionada com ouriços locais. Do cardápio fizeram parte um ceviche de cherne com pickle de cenoura e courgete e vinagrete de maracujá, chamuças com recheio de ovas de abrótea e cherne e de algas, acompanhadas com um molho composto por crème fraiche e compota de malagueta e flores de atum com queijo creme, servidas em hóstias de camarão.

fonte do texto: À Mesa com…Patrícia Cheio (rubrica mensal no Diário Insular_ 29.05.18)
autoria das fotos: Patrícia Cheio

Vídeo

printscreen vídeo

scroll down for English

Diapositivo8
Diapositivo4
Diapositivo6
Diapositivo11
Diapositivo13
Diapositivo14
Diapositivo3
Diapositivo12
Diapositivo5
Diapositivo2
Diapositivo7
Diapositivo15
Diapositivo9
Diapositivo17.PNG
Diapositivo16
Diapositivo18.PNG
Diapositivo19
Diapositivo20
Diapositivo1
Diapositivo22

Diapositivo21

Paté de ovas de ouriço
• Ovas de 20 ouriços
• 1 colher de sobremesa de manteiga
• 1 colher de chá de cebola picada
• 2 colheres de sopa de natas
• 3 colheres de sopa de água do interior do ouriço
• 1 colher de sobremesa de sumo de laranja natural
• Salsa picada a gosto
• Sal.q.b

Coloque uma luva protetora e disponha na palma da mão o ouriço com a base voltada para cima. Com uma faca, corte o centro do ouriço e retire a boca central. Escorra a água que se encontra no interior do ouriço para uma taça. Com uma tesoura de cozinha, aumente o diâmetro do centro do ouriço, e deite fora as aparas resultantes do corte. Corte até obter espaço para poder introduzir uma colher de chá e conseguir retirar as ovas, que se encontram em bolsas de cor amarela. Coloque as ovas numa taça. Com outra colher, limpe por completo o interior do ouriço, escorra o líquido remanescente e guarde os ouriços no frigorífico.
Refogue a cebola na manteiga em lume baixo, acrescente as ovas e mexa sem parar. Após três minutos junte as natas, o sumo de laranja, a água do ouriço e mexa mais um minuto. Prove. Tempere com flor de sal e salsa picada. Deixe arrefecer e leve ao frigorífico a refrigerar.
Sirva o paté de ovas dentro de cada ouriço, assente em sal, e acompanhe com botões de planta do gelo e torradas rústicas.

English version

The success of the editions of the largest business event in the Azores on the island of São Miguel catapulted the Wine in Azores festival for Terceira Island. This weekend, the second edition was celebrated as well as the 10th regional edition . This event debuted the new Multi-purpose Pavilion of the Multisectoral Park of Terceira Island, located in Angra do Heroísmo and associated with an Exhibition of Economic Activities.  Gorgeous Azores took this festival of wines and regional products to Terceira and its visitors and combined it wisely with a stage of showcookings, wine workshops and cocktail shows. This event was attended by renowned national chefs, such as Renato Cunha, Francisco Gomes, António Loureiro and Daniel Gomes, from 25 to 27 May. In this gastronomic event, Terceira Island in particular, and the Azores, in general, were represented with quality and diversity by Márcio Silva, head of the Cais D’Angra Restaurant, holder of multiple prizes in all editions of the gastronomy festivals of Terceira Island, by Quinta do Martelo, which has developed a showcooking of Alcatras, a typical dish of the island, and by the showcooking and event organizers Patrícia Cheio, author of Food with a Meaning, and by Sónia Melo, author of the website Chez Sónia , both of which were present at Wine in Azores. The organization challenged the Azoreans for a 4-way showcooking. The alignment highlighted fish dishes, a partnership with Peixaria Silveira, which were presented in the pieces of third-party artist Adolfo Mendonça and embellished by the micro herbs of Quinta do Ti Canoa. The sea urchin paté represented the recipe surrounded by the most curious curiosity, due to the fact that it is an innovative and creative proposal, first praised publicly in the region and made with local urchins. From the menu were a white grouper ceviche  with carrot and courgette pickle, and passion fruit vinaigrette, chamois with stuffing of fish eggs and seaweed, accompanied by a sauce consisting of crème fraiche and chilli compote and tuna flowers with cheese cream, served in shrimp recipes.
text source: To the table with … Patricia Full (monthly entry in the Insular Daily_ May 29, 18)
photographed by: Patrícia Cheio

 

Sea Urchin pâté
•  urchin eggs (of 20)
• 1 tablespoon of butter
• 1 teaspoon chopped onion
• 2 tablespoons cream
• 3 tablespoons of water from inside the urchin
• 1 tablespoon of natural orange juice
• Chopped parsley to taste
• Sal.q.b

Put on a protective glove and place the urchin with its base facing upwards in the palm of your hand. With a knife, cut the center of the urchin and remove the central mouth. Drain the water inside  into a bowl. With kitchen scissors, increase the diameter of the center of the urchin, and discard the cutting chips. Cut until you have space to be able to introduce a teaspoon and manage to remove the eggs, which are in yellow bags. Put the roe in a goblet. With another spoon, thoroughly wipe the inside of the urchin, drain the remaining liquid and store the urchins in the refrigerator.
Sauté the onion in the butter on low heat, add the roe and stir continuously. After three minutes add the cream, the orange juice, the water of the hedgehog and stir another minute. Taste. Season with salt flower and chopped parsley. Let it cool and refrigerate the refrigerator.
Serve the pâté inside the urchins, and accompany with ice plant buttons and rustic toast.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: