Pão-de-ló de Ovar…em Sábado de Aleluia

Scroll down to content

Quem me conhece, sabe que valorizo a partilha. Com as receitas acontece a mesma coisa. Se me pedem uma receita que eu não tenha, procuro sempre pedi-la a pessoas que a possa ter ou que a faça de acordo com a tradição. Com esta pessoas de confiança gosto também de comparar receitas, para tentar que as mesmas fiquem o mais fidedignas possíveis, acertem e sejam, por isso, valorizadas e partilhadas. Aconteceu isto ainda hoje, pois a pedido de uma amiga Blogger do continente, contactei várias cozinheiras de mão cheia locais no sentido de comparar o Doce de Vinagre que tinha com o original. Afinal, neste caso, só havia alteração num aspeto, mas existia e podia fazer toda a diferença no produto final. Amanhã, esta sobremesa vai ser a eleita do almoço de domingo de Páscoa, este ano celebrado apenas a quatro vozes. A receita do doce de vinagre veio diretamente do livro de Augusto Gomes, Cozinha Tradicional da Ilha Terceira, e pelas mãos da minha amigaAna Brandão. Acho que já estou a desvendar demasiado o que irei publicar amanhã.

Para hoje ,trago-vos uma tradição de sobremesa de Páscoa, típica do continente português: o famoso Pão-de-ló de Ovar. E, assim, como há silêncios que falam também existem receitas que comunicam connosco, porque empregnadas de tradição e sabor. Esta  baseia-se, curiosamente, igualmente numa partilha, de uma amiga blogger, que sigo há muitos anos, e que tem uma página que se chama Bolos que Falam.

Coincidência ou não, hoje quando liguei a rede social Facebook foi a primeira publicação que apareceu no ecrã. Não resisti.

Obrigada, Lúcia Costa.

Pão de ló de Ovar 

  • 9 Gemas
  • 3 ovos inteiros
  • 150g de açúcar
  • 90g de farinha de trigo com fermento

Forno pré-aquecido a 180°C
Forrar forma com papel vegetal
Bater as gemas e os ovos com o açúcar durante 20 minutos
Adicionar a farinha peneirada
Envolver com uma vara de arames
Colocar na forma
Vai ao forno 15 minutos (coloquei 22 minutos- mas depende do forno)
Retirar e deixar arrefecer completamente

Quando retirar do forno o pão-de-ló estará alto mas depois vai baixar e ondular. Fica com o interior cremoso.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: