O norte da ilha onde vivo é conhecido por produzir maçãs, laranjas e uvas. Estas maçãs vieram de lá, da freguesia de Biscoitos, um nome bastante sui generis e que nada tem a ver com bolachas. Os biscoitos são terrenos formados pelas lavas provenientes de erupções vulcânicas. Com esta pedra basáltica constroem-se os muros que dividem as propriedades, os quintais, protegendo-se assim as vinhas, as árvores de fruto e os produtos hortículas lá cultivados. É também umas das zonas balneares mais frequentadas da ilha.
Estas maçãs tão vermelhinhas, a fazer lembrar o conto infantil “Branca de Neve e os Sete Anões”, serviram-me de inspiração para este pãozinho.

Ingredientes

6 maças descascadas e cortadas aos pedacinhos
250 g de leite
100 g de margarina
50 g de açúcar para a massa
50 g de açúcar para envolver as maçãs
1 colher de sopa rasa de canela para misturar no açúcar que envolve as maçãs
20 g de fermento de padeiro fresco
2 ovos
700 g de farinha
1 colher de chá de sal
1 gema de ovo para pincelar (ou leite em substituição)

Modo de Confeção

Coloque no copo da Bimby o leite, a margarina, o açúcar e programe 2min/37º/Vel 2.
Junte o fermento, os ovos e programe 10 seg/Vel 6
De seguida adicione a farinha, o sal e programe 10 seg/Vel 6.
Deixe levedar em local morno até a massa duplicar de volume.

Numa forma de bolo Inglês untada e forrada com papel vegetal colocam-se camadas de massa e maçã até terminar numa camada de massa.
Pincela-se com a gema de ovo ou com leite.
Coze em forno pré-aquecido.

É um pão muito saboroso.
Ideal para o pequeno-almoço ou para o lanche.
Este pão também fica muito bem utilizando a maçã parda(gris) ou a maçã reineta da ilha, outra variedade.

Agora façam o chá pois o pão já está pronto!

Patrícia

19 Replies to “Pão de Maçãs da Ilha”

  1. Estes pães com fruta são mesmo irresistíveis. Depois do meu de banana e caramelo, se calhar experimento este. Tem um aspeto delicioso. Tanto gosto deles com chá quente como com um copo de leite bem frio.
    Beijinhos

    Gostar

    1. Este pão desapareceu da mesa num ápice. Sabe-se lá porquê? Adaptei a receita da trança da Bimby e voilà! Umas alterações cá e lá e acho que me saí bem.
      bj e contente por saber que gostaste. A ver se faço um para o nosso chá de bloguers terceirenses.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: