Food With A Meaning

Cuscotto de cherne….e trigo Barbela

Scroll down to content

A principal zona produtora de cuscos do país é a região de Trás-os-Montes, mais especificamente o distrito de Bragança. Os cuscos são uma espécie de couscous, confecionado com o trigo Barbela, que é uma variedade de trigo mole cultivada desde há largo tempo em todo o distrito.

A variedade tradicional Barbela reúne um conjunto de características que lhe proporcionam grande rusticidade e capacidade de adaptação às difíceis condições edafo-climáticas desta zona. A duração do seu ciclo vegetativo, bem como a particularidade de produzir palha em quantidade e qualidade (quando comparada com outras variedades comerciais de trigo) contribuiu para a preferência dos produtores da região pelo Barbela, apesar das entidades responsáveis pela cerealicultura nacional não lhe terem reconhecido ainda o devido valor agronómico e comercial.

É a partir deste trigo que pequenas e médias empresas, quase todas familiares,  fazem a produção dos cuscos. Aproveitando uma visita ao Mercado Municipal de Bragança, à banca da Balbina, comprei um quilo de cuscos, o qual tenho vindo a rentabilizar em várias receitas. Batizei este prato de  cuscotto, por ter na sua génese um risotto, e adicionei-lhe o cherne, como proteína, mas uma receita doce com cuscos estará aqui em breve.

Ora vejam o Cuscotto de Cherne

Diapositivo4

Ingredientes

  • 2 postas de cherne
  • 2 cebolas
  • 3 dentes de alho
  • 1 folha de louro
  • 1 ramo de salsa
  • salsa picada
  • 1 lata de tomate triturado
  • azeite
  • cuscos
  • 250 ml de vinho branco
  • 1 piripiri
  • pimenta moída
  • paprika fumada
  • sal
  1. Inicie a receita fazendo um caldo de peixe. Coloque cerca de 1,5L de água a ferver com  o peixe, uma cebola, o louro, 1 piripiri, o ramo de salsa e tempere com sal.
  2. Deixe levantar fervura e coza cerca de 30 minutos, retirando, com uma escumadeira, a espuma que se formar.
  3. Coe o caldo.
  4. Noutro tacho, coloque um pouco de azeite e refogue a outra cebola e o alho, picadinhos.
  5. Junte o tomate e deixe-o também refogar ligeiramente.
  6. Tempere com paprika fumada.
  7. Adicione o caldo coado ao tomate e o vinho branco, deixe levantar fervura.
  8. Junte os cuscos. Vá mexendo sempre, em lume brando/baixo até os cuscos estarem quase cozinhados. Prove e retifique os temperos.
  9. Acrescente o pedaços de peixe já limpos de espinhas. Finalize com pimenta moída e salsa picada.

(receita em breve aqui)

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: