Quero dias cor-de-rosa
Quero dias azuis
Quero mares calmos.
Quero ar livre, descanso e calor
Chega de frio
Chega de vento
E chega de dias molhados de cinzento

Batido de kefir e uva da serra_foodwithameaning

O kefir é presença obrigatória em todos os meus pequenos almoços.
Normalmente consumo-o puro com granola. Outras vezes, adoço-o com frutas, mel ou compotas.
Esta combinação que hoje trago é uma das minhas favoritas. Não sendo a altura das bagas de uva da serra, optei por fazer o batido com uma porção desta fruta congelada. Igualmente delicioso.
Poderão optar por quaisquer outros frutos, mas pessoalmente elejo os frutos vermelhos os silvestres e os tropicais.

Vamos então à humilde receita.

Ingredientes para um copo

300 ml de kefir (de 24 horas)
2 colheres de sopa de bagas
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de compota de frutos silvestres ou vermelhos

Coloca-se todos os ingredientes no copo da varinha mágica ou num copo liquidificador e tritura-se até se obter a consistência desejada.

Batido de kefir e uva da serra_foodwithameaning

Experimentem este batido fresquinho. Ainda fica mais saboroso.

Outra sugestão de batido com kefir/quefir.

Panquecas com kefir

8 Replies to “Batido de kefir e uva da serra”

    1. Olá Ana Cláudia. Eu não compro uva da serra. Vou mesmo apanhar esta baga quando é a altura dela (Agosto/Setembro). É um arbusto que cresce acima dos 200 m do nível do mar. Já tentei plantar mas sem sucesso pois necessita de temperaturas mais frias.
      Obrigada por teres passado por cá.
      Um beijinho.

      Gostar

      1. Obrigada, vivo em S.Miguel, vou tentar descobrir esse arbusto cá. Só espero não apanhar as bagas erradas 🙂

        Gostar

  1. Que bela sugestão para o meu pequeno almoço.Ainda guardo tembém algumasuvas da serra congelada e o kefir também é obrigatório ao meu pequeno almoço. É que escreves-tes o poema? Tenho uma prima poeta? se é teu adorei, se não o é, adorei também. Precisamos mesmo de sol, caramba.

    Gostar

    1. Olá prima. Desde que me deste o kefir ele tem sido o meu animal de estimação ao pequeno-almoço. Por sugestão tua comecei a fazer batidos com ele, já que cru não perde as propriedades, mas também já o utilizei em panquecas e bolos. É um complemento precioso para a minha saúde.
      Quanto ao poema, são apenas frases soltas de um grande desabafo. Estou (estamos) que nem posso com tanta chuva e temporal. Precisamos mesmo de sol.
      Um beijinho.

      A ver se nos encontramos agora na pausa letiva.

      Gostar

  2. Patricia 🙂

    Humilde mas precioso, esse batido de uvas com kefir ! 🙂
    A cor é sedutora e prende o Olhar, a receita decora-se pela sua simplicidade e rapidez !
    Esta é definitivamente uma sugestão que seguirei com o meu “bicharoco” ! 🙂

    Beijinhos grandes

    Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: